Um boa noite de sono ajuda na prevenção da obesidade e no combate à hipertensão, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares, além de aumentar a expectativa de vida. Então, confira cinco dicas para otimizar as horas de descanso.

Ambiente escuro

É comum deixar um abajur ou até mesmo a luz do banheiro acesa para clarear o ambiente na hora de dormir, mas a prática não é recomendada. O ideal é manter o quarto em completo escuro, porque qualquer estímulo de fonte luminosa bloqueia o hormônio do sono, a melatonina. Isso faz com que o corpo não complete o ciclo e permaneça no primeiro sono. Desta forma, você pode sentir mais cansaço ao amanhecer. Para crianças, a escuridão é ainda mais importante, já que também produz o hormônio do crescimento.
 
Silêncio

Dormir com uma trilha sonora parece ser relaxante, mas não faz nada bem à saúde. A música evita que o cérebro descanse e, consequentemente, o corpo fica num patamar superficial do sono.
 
Atividades físicas

Evite praticar exercícios durante a noite. Após o treino, o corpo libera adrenalina e o organismo fica mais agitado. Isso atrapalha o sono tranquilo. O ideal é que as atividades sejam realizadas durante o dia.
 
Bebidas energéticas

Café, termogênicos, refrigerantes, guaraná e açaí têm componentes que tiram o sono. Evite consumi-los depois das 18h.
 
Quarto frio

Um quarto com temperatura superior a 23°C pode provocar desconforto, inibindo o sono e causando insônia.