Bastam algumas borrifadas durante o dia para que a pele pareça renovada. Assim, de cara, a orientação tem jeito de propaganda enganosa. Mas dermatologistas e maquiadores garantem que as águas enriquecidas, natural ou artificialmente, e as brumas são tudo isso e muito mais. Práticos, os produtos preparam o rosto para a maquiagem, hidratam a pele ao longo do dia e ajudam a acalmá-la antes de dormir. Foi o caráter multifuncional, inclusive, que colocou o líquido na rotina skincare, dando a ele o título de queridinho entre quem adora uma frescura (no melhor sentido da palavra).

No universo da beleza, há quem prefira as águas enriquecidas, que podem ser termais ou não. É o caso da dermatologista Laura Carrijo. “Indico tanto para o uso diário quanto como parte do tratamento feito após procedimentos estéticos como peeling e laser, já que elas ajudam no processo de cicatrização da pele”, explica, se referindo ao caráter anti-inflamatório das águas termais e dermatológicas. De acordo com a especialista, os produtos contribuem ainda para a reposição de sais minerais perdidos pela pele durante o dia. “Nos homens, aliviam o incômodo do pós barba.”

Laura lembra que os produto também podem ser aplicados nos cabelos, principalmente durante o verão. “As águas termais e dermatológicas hidratam e protegem os fios. A dica é borrifar nos cabelos molhados logo após o banho, retirar o excesso de umidade e deixar as madeixas secarem naturalmente”, ensina, destacando que não importa se os fios são lisos, ondulados, crespos ou cacheados. Em todo caso, se a ideia for usar o produto em diferentes regiões do corpo o mais indicado é procurar um especialista e recorrer a uma farmácia de manipulação.

O universo das brumas

Mas nem só de água termais e dermatológicas se faz uma rotina de skincare. A dermatologista Paula Azevedo lembra que no mercado há também ás águas micelares, indicadas para limpeza da pele, e as brumas. Estas últimas usadas também para fixar a maquiagem. “A maioria delas possui em sua composição elementos calmantes, como extrato de camomila, chá verde e aloe vera”, conta. Dentro do universo da beleza, são consideradas verdadeiras revitalizadoras da make - aliadas poderosas de quem não abre mão da dupla base e corretivo mesmo no calor que ameaça derreter toda a produção.

Não por acaso, o produto é o xodó da maquiadora Mariana Alves. “Elas suavizam o aspecto do pó e deixam a pele mais viçosa, agindo também como hidratante”, explica, garantindo que o grande charme da caçula do skincare fica por conta da leveza. “A bruma é perfeita para ser borrifada sobre a make, durante o dia, quando a pele pede um refresco. O mais legal é que cada uma conta com uma mistura de ingredientes específica. Enquanto algumas fecham os poros e ‘recuperam’ a maquiagem, outras aliviam aquela sensação de pele ressecada do ar-condicionado no final do dia.”

No time de lá, o goiano Marcos Costa, maquiador oficial da Natura, prefere a água termal. “Ela é uma joia dentro do skincare. Ajuda a limpar, tonificar, oxigenar e acalmar a pele. Muitas vezes, inclusive, substitui os produtos de limpeza e antes da maquiagem desempenha o papel de um bálsamo, deixando a derme com aspecto de bem cuidada”, opina. Já em relação a bruma, o profissional tem suas restrições. “Há quem diga que trata-se de um primer, que suaviza a make. Nestes casos a solução é, desde o início, não pesar a mão na produção, lembrando sempre que menos é mais.”

Batalha: conheça as diferenças entre as chamadas "águas da beleza"

Água termal
Extraída da natureza (geralmente de fontes francesas)

Rica em minerais como silício e zinco

Indicada, principalmente, para peles sensíveis (com rosáceas, dermatite atópica ou psoríase)

Acalma a pele

Tem propriedades anti-inflamatória e cicatrizante

Indicada para uso após procedimentos como peeling e laser

Água dermatológica

Produzida pela indústria cosmética (ou manipulada sob medida)

Rica em minerais como silício e zinco

Indicada, principalmente, para peles sensíveis (com rosáceas ou psoríase)

Hidrata e acalma a pele

Tem propriedades anti-inflamatória e cicatrizante

Indicada para uso após procedimentos como peeling e laser

Bruma

Produzida pela indústria cosmética (ou manipulada sob medida)

Muito usada para fixar a maquiagem e aumentar sua duração ao longo do dia

Ideal para finalizar a make, numa espécie de selagem

Refresca e mantém a pele sempre sequinha

Hidrata e acalma a pele

Controla a oleosidade da pele

Rotina de cuidados com a pele
De nada ainda investir em águas termais ou brumas se o restante da rotina de skincare não for levada a sério. Confira abaixo o passo a passo básico para quem quer cuidar melhor da pele:

Limpeza: pode ser feita com sabonetes ou géis de limpeza. Segundo a dermatologista Paula Azevedo, o que muda de um para outro é a quantidade de espuma gerada e a forma como cada produto vai impactar a oleosidade da pele. “Os sabonetes são mais potentes, mas podem ressecar a derme de forma agressiva”, alerta.

Tonificação: enquanto alguns tônicos acalmam a pele outros desempenham um papel de adstringência - ideal para dermes oleosas. “Vale também substituir o tônico por sérum levinho, acrescentando nele elementos específicos para cada tipo de pele e conseguindo uma textura mais agradável”, orienta a dermatologista Laura Carrijo.

Hidratação: existem diversas texturas de hidratantes faciais, como os mais leves - na forma de gel, sérum e fluido - e os mais encorpados, como os cremes. Dentro destas texturas há outras variações, como o toque seco ou oil free. A dica é procurar um dermatologista antes de investir num hidratante para chamar de seu.

Proteção: respeitando sempre um fator de proteção de no mínimo 30, vale levar em consideração o tipo de pele. Para as mais oleosas ou com acne escolha um produto com textura em gel, gel-creme ou fluida, que tenha toque seco e ofereça controle de oleosidade. Para as normais e mistas, o ideal é aquele de textura sérum e gel-creme. E para as peles secas, produtos cremosos, aplicando sempre um creme anti-idade ou hidratante antes do protetor solar.