O mercado da beleza, felizmente, tem oferecido cada vez mais opções de maquiagens. No entanto, mesmo assim muitas mulheres negras ainda possuem dúvidas na hora de escolher a coloração e pigmentação das makes. Segundo o maquiador Paulo Lobo, do Oliver Salon, base cremosa, base matte, coloração de corretivos e tom do pó compacto fazem parte da lista de cosméticos que mais geram dúvida na hora de dar aquela repaginada na penteadeira.

"A maior hesitação é em relação à cobertura da pele. É mais difícil achar o tom de base perfeito para pele negra. Muitas marcas apenas disponibilizam dois ou três tons para essa pele, o que dificulta muito na hora da escolha. A dica é procurar marcas que possuam uma paleta maior de cores de base e, se não achar, misturar tons até encontrar sua cor perfeita ", diz Paulo.

Ainda de acordo com o especialista, escolher o tom do corretivo não é algo fácil para nenhum tipo de pele, mas se acentua nas peles negras. "O corretivo vai de acordo com a necessidade de cada pele. Para cobrir espinhas ou cicatrizes avermelhadas, o mais recomendado é o verde. Para olheiras e manchas arrocheadas, o amarelo e para corrigir manchas amareladas, alaranjadas ou amarronzadas, o melhor é o da cor lilás."

Já ´para o pó compacto, a dica é testar antes de comprar. "O pó é uma parte importante na maquiagem e, por conta disso, é necessário que a mulher negra prove o produto no rosto antes de levar para casa. Existem alguns pós soltos que possuem micropigmentos dourados. Eles dão um efeito iluminado à pele, valorizando o tom de pele da mulher ", sugere.

Para a finalização de pele, o especialista diz que apostar em iluminadores dourados é a tendência para peles negras. "O dourado ajuda a dar um acabamento glow na pele, dando um efeito maravilhoso. Para o blush, a dica é apostar em tons de rosa queimado, mas nada é regra ", conclui Paulo.