Para muitas pessoas, o olhar é a parte do corpo do ser humano que mais comunica, que mais transmite e com a qual nos conectamos de maneira mais intensa. Com o uso obrigatório de máscara devido à pandemia do novo coronavírus, os olhos passaram a ganhar maior destaque. “Eles expressam nossos pensamentos, sentimentos e expressões faciais. Muitas pessoas não conseguem manter o olho no olho por timidez, vergonha ou por estar mentindo”, enumera a psicóloga Christina Silva Vieira.

Para ela, com o uso das máscaras, passamos obrigatoriamente a reparar mais nas expressões dos olhos dos outros. “Por meio do olhar, fazemos a comunicação do mundo exterior com o interior, de onde vem as emoções e pensamentos mais profundos”, ressalta. Dificilmente alguém consegue simular por muito tempo um olhar de alegria, tristeza ou desaprovação. “Nossos julgamentos quanto ao visual, a forma que vemos as coisas boas e ruins da vida passam pelos olhos”, explica.

Para os profissionais da beleza, a região sempre foi muito importante na hora de criar um visual. “Com o uso da máscara, a make passa a ser um detalhe. A atenção volta para o olhar. É importante deixá-lo impactante e com personalidade, que seja num belo olho smoked ou num super delineador. Ele merece ser identificado. Um esfumado poderoso ou uma iluminação mais casual e menos rebuscada deixa o olhar bem mais interessante. Vai do estilo de cada uma”, explica o maquiador Evando Filho.

Na hora de colocar a mão na massa, um bom primer para olhos vai intensificar a cor usada. Escolher o efeito desejado também é importante. Aí vale um esfumado chique em um tom berinjela, marrom ou até mesmo preto para as que gostam de um certo drama. “Ou cores como vermelho, azul, pink e verde para aquelas que gostam de um toque divertido e irreverente. Para as clássicas, minimalistas e discretas, o legal é usar um iluminador poderoso com um traço feito com um delineador”, ensina.

Apesar do uso da máscara ser algo novo para os brasileiros, a maquiadora Lauainy Barros lembra que o acessório faz parte do cotidiano das mulheres asiáticas. “Por lá, esse uso é comum e nem por isso as mulheres deixam de usar maquiagem. Mesmo com algo no rosto, o uso da maquiagem pode ser adotado. Nesse caso, os olhos serão as estrelas e vale muito a pena investir neles”, explica. O uso das máscaras, segundo ela, não muda as possibilidades de trabalhar na região, mas tudo vai depender do estilo da pessoa.

“Existem as que prefiram olhos marcados e outras que gostam do olho básico. Mas, de modo geral, para uma make básica basta apostar em uma boa preparação da pele, aplicar máscara de cílios, que pode deixar os fios mais volumosos, utilizar lápis de olho e até mesmo colar cílios postiços”, ensina. Vale lembrar que a correção das sobrancelhas também entra nesse pacote porque elas chamam muito a atenção. Para elas, a sugestão da maquiadora é preencher os fios com sombra ou lápis próprios e contorná-las com um corretivo. As janelas da alma nunca tiveram em tanta evidência.