Nada melhor do que iniciar 2020 com tudo e com up no visual. Uma das saídas para isso pode ser a realização de procedimentos estéticos. Segundo o cirurgião plástico, Fernando de Nápole, membro internacional da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos e da Soci edade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), três tratamentos são recomendados para esse período de férias e indicados para quem busca resultados em menor tempo, com recuperação rápida e sem efeitos colaterais. São eles: a aplicação de toxina botulínica, os preenchimentos com ácido hialurônico e os bioestimuladores de colágeno.

As temidas rugas e linhas de expressão que deixam a pele com aspecto de cansaço podem ser suavizadas com a aplicação da toxina botulínica, que deixa o rosto com aparência relaxada e mais jovem. A toxina também pode ser uma boa alternativa para quem se incomoda com a transpiração excessiva das axilas. A substância conhecida pela propriedade de tirar rugas sem bisturi pode ser usada com a finalidade de acabar com manchas embaixo do braço e com a sensação de incômodo. Os tratamentos com esse tipo de produto são realizados no consultório médico e são praticamente indolores, com resultados já visíveis dias após a aplicação e duração de cinco a seis meses.

“Outra opção é o preenchimento com ácido hialurônico, que recupera, com naturalidade, as marcas mais profundas e também devolvem a juventude. O procedimento pode ser realizado nos lábios, olheiras, queixo, ângulo de mandíbula e outros locais. Os preenchimentos podem ser feitos antes da toxina, pois duram em torno de um ano, explica o médico.

A terceira alternativa indicada pelo cirurgião plástico é o uso de bioestimuladores de colágeno, que deixam a pele viçosa e com menos flacidez. Os ativos estimulam a produção do colágeno e promovem um efeito rejuvenescedor, com resultado natural e progressivo. É bom lembrar que todos esses três procedimentos colaboram e muito para o rejuvenescimento da pele, mas devem ser feitos por médicos especialistas nessa área e que estão habilitados para indicar o melhor tipo de procedimento para cada paciente.