Mesmo diante das recentes discussões sobre autoaceitação, flacidez, gordura localizada e celulite continuam sendo as principais reclamações femininas diante do espelho. Talvez por isso, a indústria dermocosmética esteja sempre se movimentando, criando produtos e oferecendo serviços que ajudem as mulheres na busca por uma relçação mais gentil com o próprio corpo. Isto, é claro, levando em conta que alimentação saudável e atividade física já façam parte da rotina. 

Uma dos mais recentes lançamentos neste sentido é o Ultraformer, que, segundo a dermatologista Paula Azevedo, devolve a firmeza da pele, servindo para o rosto e todo corpo. O equipamento combina ondas de ultrassom micro e macrofocadas utilizando essa energia para promover o estímulo de colágeno e a queima de gordura. Ele cria microzonas térmicas desde a profundidade do tecido até a camada muscular, causando uma desestruturação nas células de gordura e promovendo assim a perda de gordura. 

“Ao serem emitidas, as ondas de calor causam pontos de coagulação na profundidade da pele e do local tratado. Assim, a energia térmica obtida estimula a produção de colágeno nos níveis mais profundos da derme, ajudando a firmar e criar uma aparência mais jovem”, destaca Paula, que costuma associar o aparelho ao uso do preenchimento dérmico, Sculptra.

Segundo a especialista, o mais interessante é que a tecnologia pode ser usada em quase todo tipo de tecido. Na região do rosto ele promove o efeito de lifting facial sem cortes, podendo ser aplicado nas pálpebras, pescoço e colo. Além disso, trata as mais diversas regiões do corpo, como mãos, joelho, interno dos braços, gorduras das costas (região do sutiã), coxas e até o bumbum. “O aparelho permite remodelar a gordura e tratar a flacidez na mesma sessão. Ele melhora a aparência de ‘umbigo triste’, a flacidez interna do braço, a pele flácida do ‘tchauzinho’, que incomoda tantas pessoas. Também melhora a flacidez em cima do joelho e a bananinha, gordurinha que se acumula logo abaixo do sutiã em mulheres”, conta.

Agora é a hora
Outro terror das mulherres é a celulite, cujos tratamentos são menos invasivo e agressivo à pele. Contra este problema, uma dieta equilibrada, a alta ingestão de líquido e a diminuição no consumo de açúcar, assim como o controle hormonal, podem ajudar. Em todo caso, de acordo com a dermaticista Karine Gouveia, as mulheres que optarem por realizar qualquer procedimento estético durante as férias precisam ficar atentas a exposição ao sol.  

"Para cuidar da pele pós procedimentos é indispensável uma boa hidratação, tanto a ingestão de água como a aplicação de hidratantes para a pele. O uso de vitamina C, tópica ou oral é um grande aliado. Além de manter a pele hidratada, usar protetor solar a cada três horas", orienta. Outra dica de ouro é incluir na rotina a água termal, que refresca até as peles mais sensíveis.

A profissional conta que os tratamentos queridinhos do verão são: pump up para o glúteo, drenagem para retenção, amssagem modeladora e corrente russa, para firmar e tonificar oo corpo. "Além disso, existem muitas novidades na cosmetologia, primciopalemnte no que diz respeito ao combate à flacidez facial e corporal. Um ótimo exemplo, é a corrente russa, que utilizada eletrodos numa sessão de pequenos choques para fortalecer os músculos. 

Quem prefere apostar em tratamentos por via oral pode investir nas cápsulas de carcinina ou silício, que impedem a desintegração do colágeno, garantindo a firmeza dos músculos.  Há ainda a possibilidade de investir em cremes capazes de promover o enrijecimento dos tecidos. Na hora de escolher os produtos, prefira aqueles com fórmulas ricas em manteiga de karité.