Por: Marcelo Heleno

A advogada Ana Carolina de Morais Garcia, mestre em Direito Agrário e especialista em quatro áreas diferentes, afirma que um novo curso no currículo “é extremamente importante porque vai aprimorar o estudante”. O resultado é mais qualidade para o futuro profissional, e mais assertividade para encontrar uma vaga no mercado.

Atualmente, Ana Carolina coordena a área de Pós-graduação da UniAraguaia e explica como a instituição define os cursos oferecidos. “O trabalho é feito em duas frentes. Primeiro, com pesquisa junto aos próprios alunos dos cursos de graduação da instituição, quando é verificada a expectativa dos estudantes. Outra pesquisa é feita junto ao mercado de trabalho, para verificar as oportunidades existentes e as necessidades do momento” ressalta.

Para Ana Carolina, o diferencial tem sido a busca de eficiência na instituição que tem nota máxima na avaliação feita pelo MEC, e um corpo docente muito qualificado. A instituição segue uma tendência reforçada pelo período de pandemia: o ensino on-line ganha espaço maior na Pós-graduação. “Nossa instituição foi pioneira em trazer essa inovação no mercado”, diz ela, apontando a existência de cursos totalmente remotos, como forma de atender às necessidades do aluno, sem perda de conteúdo ou prática na docência.

Os cursos de pós-graduação abrem novos caminhos e ampliam conteúdos, mas é no estágio, segundo a coordenadora, que o aluno coloca em prática o conhecimento recebido na faculdade. Para formação pessoal ou profissional, os estágios são opções existentes e crescentes que abrem novos caminhos para a conquista de espaços.

INTERESSE E NECESSIDADE

 Oferecer cursos de Pós-graduação de acordo com o interesse de alunos e a necessidade da região ou mesmo de outros países é fundamental. De acordo com a professora de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB), Tânia Mara Campos de Almeida, os cursos na instituição também são alinhados a órgãos reguladores, como a Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, uma fundação vinculada ao Ministério da Educação do Brasil e que atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu em todos os estados brasileiros.

“Recebemos alunos da América Latina também, e isso deve ser considerado”, diz Tânia Mara. A experiência do trabalho em equipe e o conhecimento de estruturas, pelo lado de dentro, tem proporcionado crescimento aos alunos envolvidos no processo, segundo ela.