A Saneago concluiu a Etapa 2 do Linhão Central, em Aparecida de Goiânia, no último mês de março. O Sistema de Linhões é um conjunto constituído por redes de distribuição, adutoras, centros de reservação e grandes bombas, que levará água tratada do Sistema Produtor Mauro Borges, em Goiânia, para abastecer a população aparecidense. Por ser uma obra complexa, foi dividida em etapas.

As obras dos Linhões Central e Sul foram iniciadas em janeiro do ano passado. A Etapa 2 do Linhão Central inclui a implantação do Centro de Reservação Vila Oliveira, adutora e redes de distribuição. O contrato, no valor de R$ 27,6 milhões, beneficiará 52 mil moradores dos bairros: Conde dos Arcos, Independência, Industrial Santo Antônio, Parque Hayala, Polo Empresarial de Goiás 2ª Etapa, Veiga Jardim e Vila Oliveira.

Com 97% concluídas, as obras da Etapa 1 estão em fase final de execução e serão finalizadas ainda em abril. Essa fase prevê ampliação e melhorias do Booster Cascalho, proporcionando incremento de 200 litros de água por segundo na vazão que abastece toda Região Sul de Goiânia e Norte de Aparecida de Goiânia. O serviço envolve investimentos de mais de R$ 7 milhões. Após energização, serão iniciados os testes das bombas.

As obras do Linhão Sul também estão a todo vapor. O investimento, de R$ 25,3 milhões, inclui a implantação de oito centros de reservação, estação elevatória, booster, redes de distribuição e adutoras, além da interligação e urbanização de seis poços tubulares profundos. A previsão de término é para o segundo semestre de 2022. Atualmente, 25% do contrato já foi executado. Ao todo, serão beneficiadas cerca de 210 mil pessoas, em 65 bairros das áreas de influência dos centros de reservação: Cidade Livre, Eldorado, Independência II, Iracema, Monte Cristo, Santo André, Tiradentes e Vila Souza.

A previsão é que todo o Sistema de Linhões esteja concluído até 2024. Com os Linhões, a população de Aparecida de Goiânia passará a ser abastecida pelo Sistema Mauro Borges, substituindo gradativamente os sistemas utilizados atualmente. A iniciativa não só reforça o abastecimento dos 450 mil aparecidenses já atendidos com água tratada, mas também faz chegar redes para bairros que ainda não dispõem do serviço.

Ranking
Aparecida de Goiânia foi destaque no Ranking do Saneamento 2021, do Instituto Trata Brasil, no quesito Índice de Investimentos Totais sobre Arrecadação. De acordo com o estudo, apenas seis entre as 100 maiores cidades brasileiras investem mais de 60% de sua arrecadação nos serviços. Entre elas, Aparecida, cujo índice atingiu 70,57% – enquanto a realidade nacional é de que 70% dos municípios investem menos de 30% do valor arrecadado em saneamento.

Importante destacar que esse documento, baseado nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento 2019, avaliou a média dos investimentos sobre arrecadação dos cinco anos anteriores a essa data. Logo, se levarmos em consideração os valores investidos em 2020 e nos primeiros meses de 2021, o cenário atual é de um aumento ainda maior nos investimentos. Isso porque, entre as iniciativas em andamento no momento, somente as obras dos Linhões Central e Sul, em Aparecida de Goiânia, já totalizam investimentos de R$ 74 milhões.