A Saneago tem intensificado as ações de combate a perdas físicas de água como uma medida de enfrentamento ao período de estiagem. Uma força-tarefa na Região Metropolitana tem concentrado atividades nas áreas atendidas pelo Sistema Meia Ponte, para localizar e reparar vazamentos ocultos, reduzindo as perdas e aumentando a disponibilidade de água para os clientes. A meta é verificar, até o início de agosto, 200 mil ligações em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Trindade.

O trabalho conta com um mutirão de caça a vazamentos não visíveis, por meio de varetamento, realizado por meio de uma haste de ferro com uma base de apoio para o ouvido. Ao encostar a ponta da haste no kit cavalete, percebe-se o chiado da água em vazamentos não visíveis, pois o som do vazamento reverbera na haste. Com isto, é localizado o vazamento oculto, que não seria percebido sem este trabalho, evitando assim perdas e combatendo irregularidades.

Vazamentos internos

Assim como a Saneago monitora, atentamente, os vazamentos externos, a orientação é que a população realize, periodicamente, testes para verificar vazamentos nos imóveis. Para isso, o hidrômetro também é um grande aliado.

Durante a noite, quando todos forem dormir, feche todas as torneiras e anote os números que aparecem no hidrômetro. Quando acordar, verifique se a numeração mudou. Caso tenha alterado, possivelmente há vazamentos na residência. O consumo consciente de água passa, inclusive, pela identificação e conserto desses vazamentos.