Com base no alto número de acidentes envolvendo motociclistas, a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, por meio da Superintendência Municipal de Trânsito, ação de conscientização com foco, principalmente, nos mototaxistas em Senador Canedo.

Dentre as principais orientações, está o esclarecimento sobre os pontos cegos de um veículo. Os agentes de trânsito usam como exemplo um caminhão para explicar as medidas de segurança necessárias para manter o trânsito mais seguro, evitando acidentes.

Veja aqui outras informações sobre Senador Canedo

Orientação

Senador Canedo
Os pontos cegos são áreas externas ao redor do veículo, não cobertas pelos espelhos retrovisores e que fogem do campo de visão do condutor por motivos estruturais, como altura, tamanho dos veículos, pilares, encosto de cabeça e altura da traseira, criando assim áreas completamente invisíveis a quem dirige.  Para ficar mais didático, os agentes desenvolveram uma simulação, envolvendo algumas motocicletas. A aula realizada em campo, mostra aos mototaxistas os lugares e distâncias que comprometem a visão do motorista que conduz o caminhão.

O agente municipal de trânsito Pedro Santos explica a execução do projeto. “Uma das atividades realizadas na aula é colocar o mototaxista no lugar do condutor do caminhão, e pedir para ele observar tudo ao seu redor, como se estivesse em trânsito. A maior surpresa para eles, é que quando estão dentro do caminhão, não conseguem observar nenhuma das motocicletas posicionadas ao redor, pois estão posicionadas em pontos cegos”. Pedro acrescenta que as dicas são baseadas em uma das regras básicas da direção defensiva que é ver e ser visto, onde assim muitos acidentes são evitados.  “É fato que todo veículo possui pontos cegos, porém, quanto maior o veículo, maior é a zona de invisibilidade, por isso devemos sempre estar atentos a todos os detalhes”, aponta.

Fluxo maior de caminhões requer cuidados

Senador Canedo

A preocupação da SMT é evitar o número de acidentes e atropelamentos no município. Durante o ano de 2018, foram registrados 372 acidentes com motociclistas. Para o coordenador do Samu de Senador Canedo, enfermeiro Pedro Palácios, o número de acidentes é grande devido à ampla frota de caminhões do município. “Nossa cidade tem muitas empresas, indústrias, então há uma quantidade muito grande de caminhões circulando diariamente. A imprudência e falta de educação para o trânsito aumentam ainda mais as chances de atropelamentos e acidentes”, completa.

Para assegurar ainda mais os condutores, é necessário também estar atento ao funcionamento do sistema de faróis, lanternas, setas, certificar que o motorista do outro veículo está atento, evitar áreas de risco, nunca fazer ultrapassagem pela direita, resguardar a distância de segurança e ajustar corretamente assentos e espelhos retrovisores.