Pelo Programa Saúde na Escola, ligado a Diretoria de Atenção Primária, é promovida ações para garantir a saúde integral dos estudantes da rede pública. Fortalecendo o enfrentamento as vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens. O acompanhamento contínuo está desde o cuidado com a visão, peso e altura, e a saúde bucal.

Para a efetivação do Programa Saúde na Escola, um Grupo de Trabalho foi estruturado em parceria com as Secretarias Municipais de Educação e Saúde. Entre várias atividades implantadas ao longo do ano estão ações contra mosquito Aedes Aegypti, incentivo a práticas corporais, atividades físicas e lazer.

A prevenção ao uso de álcool e drogas. Junto a avaliação da saúde bucal, situação vacinal e atividades preventivas ao excesso de peso e obesidade e DST/Aids. O trabalho é formatado conforme a faixa etária dos alunos, que também busca proporcionar orientações e formação de multiplicadores sobre temas relacionados à saúde – exemplo: a alimentação saudável.

“A equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde, médicos, dentistas, agentes comunitários da saúde, enfermeiros, entre outros, estão presentes dentro das 44 instituições escolares do município, e também em duas escolas estaduais. Em 2019 foram mais de 4800 alunos acompanhados, por exemplo, pelo Programa Educando Sorrisos, com escovação supervisionada, orientação e avaliação. E todos que necessitaram foram encaminhados para as Unidades de Saúde para tratamento específico, onde inclusive eles tem prioridade no atendimento”, destaca o coordenador de Atenção Primária à Saúde, Fabrício Pereira.

Peso, medida acompanhados e mais saúde

A saúde dos alunos é vista de perto, toda Unidade da Saúde da Família tem, de acordo com sua localização, uma ou duas instituições de ensino adotadas. Equipe de enfermagem e agentes de saúde acompanha a situação vacinal dos menores, fazendo as mesmas necessárias, como é o caso da imunização do HPV e Meningocócica C, que foram administradas nas escolas.

A altura e o peso dos menores também são constantemente verificados, principalmente na primeira fase, reforçando a iniciativa do Programa Crescer Saudável, que consiste em um conjunto de ações ligada a Rede de Atenção à Saúde do SUS, que acompanha o crescimento e desenvolvimento dos pequenos, principalmente atuando na prevenção e controle da obesidade infantil e demais doenças relacionadas.

senador

Outras atividades educativas foram realizadas no ambiente escolar, como o Projeto Samuzinho, onde a equipe do SAMU de Senador Canedo, promoveu orientação sobre primeiros socorros, e também informações sobre o risco de trotes (chamadas indevidas), de como estes podem prejudicar o trabalho do Serviço de Atendimento. “Mais de 6500 pessoas foram envolvidas nas ações do Saúde na Escola, no Projeto Educando Sorrisos, entre estudantes, educadores e servidores, com práticas de incentivo a uma vida mais saudável”, conclui Fabrício Pereira.