Há quatro anos no mercado, o Método Leal se consolida com resultados extraordinários no Enem e vestibulares. O segredo: associar inteligência emocional, psicologia positiva e bem-estar ao método de estudo.

Criado e desenvolvido por Fernanda Leal - historiadora, mestra em ensino pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e especialista em desenvolvimento humano e Psicologia Positiva - e Gustavo Teles – sociólogo -, o método já foi aplicado em mais de 22 instituições de ensino e validado por mais de 7 mil estudantes em diferentes cidades do Brasil.

Baseado na psicologia positiva - a ciência da felicidade e pesquisas da Universidade de Harvard - o Método é aplicado em pilares que envolvem o autoconhecimento do estudante, a inteligência emocional, psicologia positiva, neurociência e mindfulness (meditação). Por meio destes cinco pilares, que de acordo com Fernanda, possuem validação cientificamente comprovada, é possível alcançar, sem sofrimento, excelentes aprovações.

“O melhor caminho para o sucesso não é se abster da própria felicidade. Pelo contrário, é encontrar um caminho saudável e feliz para chegar lá. O que não quer dizer que não tenha trabalho duro e disciplina. Porém, não precisa ser algo sofrido. Com o Método Leal, os alunos aprendem a estudar e também a ter sua rotina de forma saudável. Eles aprendem a construir hábitos e, sobretudo, priorizarem o estudo, sem deixar de lado seus hobbys, atividades físicas e outras práticas cotidianas, como o almoço em família”, pontua a especialista.

Aplicação da metodologia e acompanhamento

Método Leal - meditação

O Método Leal é disponibilizado atualmente, segundo Fernanda, nas versões pocket e completa em instituições de ensino, além de cursos presencial e online. É aplicado por duas diferentes vertentes, em oito encontros ao longo do ano, incluindo o evento “Pré-Enem”, em oficinas com atividades teóricas e práticas.

“Além disso, trabalhamos com ensino híbrido, ou seja, os estudantes recebem conteúdo e orientações personalizadas por e-mail, como questionários, vídeos, material didático, entre outros. Temos, também, uma equipe que realiza atendimento online a qualquer momento do dia e do ano, de acordo com a necessidade do aluno”, ressalta.

Trabalho de Campo e resultados

Antes de desenvolver o Método Leal, Fernanda, que tem 15 anos de experiência como docente, atuava em uma escola onde atendia cerca de 800 alunos durante o ano. Foi assim, por meio da observação, em trabalho de campo, que percebeu, então, a necessidade de implantar a teoria da psicologia positiva nas escolas.

“Eu comecei a realizar as oficinas do método com os alunos e os resultados foram rápidos e surpreendentes: muitos alunos tiveram aumento na nota do simulado e as famílias começaram a questionar o que estava acontecendo, pois, além de a nota estar subindo, o aluno se encontrava mais feliz e as coisas foram tomando uma proporção maior sobretudo com as aprovações nos vestibulares” relata.

Após a criação da Método, o primeiro colégio a adotá-lo em Goiânia Colégio Simbios dobrou o seu número de aprovações em medicina na UFG. “Hoje, vejo que várias escolas começaram a realizar práticas que priorizam o bem-estar do aluno e eu me sinto pioneira com muito orgulho. Saber que as pessoas viram que deu certo e que hoje estão utilizando o Método Leal, é para mim um motivo de muita satisfação”, afirma.

Apesar de novo, o método de estudo inovador já foi aplicado por mais de 7 mil alunos, apresentado no III Congresso Luso Brasileiro de Psicologia Positiva na Universidade de Lisboa, em Portugal, País onde, de acordo com Fernanda, o método deverá ser aplicado ainda este ano. Além disso, há um artigo sobre o Método leal, escrito por sua idealizadora, em um capítulo do livro “Empreendedoras de Alta Performance.”

Confira, abaixo, outros cases de sucesso:

- Inez França - Mãe de João Agnelo aprovado em MED UFG

"Sempre fiz questão de fazer parte da vida escolar dos meus filhos. Mas antes do Método Leal não tinha encontrado uma resposta tão generosa e presente. Saber que meu filho teria um encontro com a Fernanda e poder ter um conversa sincera com ela, tornou esse momento bem mais fácil de se lidar. Não imagino a vitória sem essa experiência".

- João Pedro Borges - aprovado em Medicina na USP e UFG direto do terceiro ano

João Pedro

"Vim do interior de Goiás para estudar o ensino médio em Goiânia. Fiz até o nono ano em escola pública e o ensino médio no Simbios e apliquei o Metodo Leal! O método Leal foi, pra mim, importantíssimo em planejamento e autoconhecimento. O planejamento para poder estudar e ter tempo para realizar atividades físicas e me divertir, mostrando que é possível sim estudar bastante e viver bem. O autoconhecimento também foi crucial, pois consegui testar diferentes formas de estudo, descobrir a que é melhor para mim e adaptá-la ao meu estudo. Além de tudo,  o método também me auxiliou na gestão emocional, quando eu mesmo me pressionava desnecessariamente ou com a ansiedade na época das provas".

- Maria Eduarda Pequeno - Aprovada em Medicina pela UFRJ, USP, UFG e UNESP

"O meu terceiro ano do Ensino Médio foi marcado por uma ansiedade quanto à aprovação e na rotina uma angústia sem fim. No meu ano de cursinho, depois de uma inesperada decepção quanto aos resultados do ano interior, reconheci o quanto aquele sentimento de aflição e peso emocional me impediam de alcançar os meus objetivos e encontrei como alternativa no meu cotidiano alguns pontos do Método Leal. Seguia diariamente as técnicas de meditação e acabei sendo surpreendida por uma tranquilidade ao longo da minha rotina de estudos que até então eu não conseguia atingir. Além disso, a desconstrução da concepção tradicional de estudo, que se baseia em um estudo frenético, desgastante e sem reflexão de desempenho, proporcionada pelo Método Leal foi crucial para a otimização dos meus resultados e organização dos estudos no decorrer do ano. Entender que não existe certo ou errado em uma trajetória de estudo, que deve se moldar de acordo com cada um, é aliviante e me libertou durante os semestres para ter a capacidade de escolher o que era melhor para mim no momento. É de uma satisfação enorme ver, ao final, que a mudança da minha forma de lidar com o estudo diário e de reconhecer que o cotidiano do cursinho não precisa ser marcado por sofrimento e por aflição, processo esse que foi facilitado -e muito- pelo Método Leal, trouxe resultados maravilhosos e me permitiu chegar nos meus maiores sonhos".

- Adriano Medeiros - Sócio do Colégio Simbios

"Aqui no Colégio e Curso Simbios trabalhamos com o Método Leal há 3 anos. O uso do método, juntamente com as práticas pedagógicas da escola vêm mostrando resultados incríveis. O alinhamento do nosso pensamento quanto à necessidade de um apoio emocional e a uma cultura de organização e gerenciamento do tempo, potencializou as ferramentas utilizadas no Método Leal. Essas ferramentas vêm ajudando os nossos alunos a serem mais positivos, tranqüilos, focados e principalmente pessoas mais felizes".  

Contato

(62) 9 8103-0376 / Instagram: @fernandalealprof