A onda de calor que está acometendo o Brasil ainda não tem previsão para ir embora. De acordo com a MetSul Meteorologia, nesta semana, a temperatura pode ficar acima dos 40ºC no Sul, no Centro-Oeste e no Sudeste do país. Em Goiás, geralmente nesta época do ano, os dias são mais quentes e secos, porém, a previsão dos meteorologistas é que a situação que já está crítica, tende a piorar. O Estado pode atingir temperaturas recordes, e para passar por esse período com saúde, é preciso tomar algumas atitudes para amenizar o desconforto.

A médica pneumologista do Sistema Hapvida, Marília Uehara, explica que o calor a níveis extremos causa muitos prejuízos à saúde como irritação, cansaço, pressão baixa, dores de cabeça e doenças renais, entre outros. “A questão mais importante a ser observada é a reposição de líquidos no nosso corpo. Devido ao calor, podemos perder muito líquido pelo suor, e essa desidratação pode levar à insuficiência real e até outras doenças. Especialmente aqui em Goiás também precisamos melhorar a umidificação do ambiente, já que o tempo fica extremamente seco neste período", explica.

Para isso, a médica alerta para os cuidados que devem ser tomados neste período de calor intenso. “É importante manter-se hidratado o tempo todo. Se for sair, leve uma garrafa de água para garantir a hidratação durante o período que estiver na rua. Outro fator importante é cuidar da alimentação nesse período, optando pelos alimentos mais leves. Para melhorar a umidificação do ambiente, podem ser usadas bacias com água, toalhas molhadas e umidificadores de ar”, alerta.

Fique atento às orientações importantes para passar por esse período com saúde:

- Beba pelo menos dois litros de água por dia;

- Evite exposição direta ao sol. Mas, se precisar sair, não se esqueça de utilizar protetor solar. Também é importante reforçar a proteção com bonés, chapéus e óculos de sol;

- Procure ficar em locais ventilados e capriche na umidificação do ambiente com bacias de água, toalhas molhadas ou umificadores de ar;

- Evite a mudança brusca de temperatura, por exemplo, sair de um ambiente com ar-condicionado direto para exposição solar;

- Evitar exposição solar das 10h às 16h.

- Mantenha uma alimentação leve com frutas, verduras e legumes e baixa ingestão de sal e açúcares.

Sobre o Sistema Hapvida

Com cerca de 6,4 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco e RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 40 hospitais, 184 clínicas médicas, 41 prontos atendimentos, 174 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.