Para quem mora em Goiás, o mês de agosto é sinônimo de tempo seco, sensação de calor sufocante, e claro, doenças respiratórias e alergias. Nesta segunda quinzena,  os goianos voltaram a sofrer com as altas temperaturas e clima seco. Mas, a previsão da meteorologia é que no próximo final de semana, uma onda de ar frio atinja alguns Estados do Brasil, resultando em baixas temperaturas em terras goianas.

Essa mudança brusca de tempo exige cuidados redobrados com a saúde. De acordo com a médica alergista do Sistema Hapvida, do qual o Grupo América faz parte,  Adriana Miranda Melo, o frio diminui a imunidade do corpo e facilita entrada de doenças. Essa condição pode baixar a imunidade e desencadear em alergias e resfriados.

É preciso estar atento, pois os ambientes fechados na maior parte do dia apresentam o agravante da falta de renovação de ar, o que facilita a transmissão de vírus. “Neste período de isolamento social em que as pessoas estão mais em casa, ou trabalhando em ambientes fechados, favorece a transmissão dos vírus da gripe e resfriado comum. Já em relação às alergias, o tempo frio favorece a dispersão de alérgenos no ar, o que facilita o aparecimento dos sintomas", explica a alergista do Hapvida, Adriana Miranda Melo.

Segundo a médica, a alergia respiratória se caracteriza por coriza, espirros, coceira no nariz, obstrução nasal, normalmente sem febre, que aparecem de forma repentina. A obstrução nasal e os espirros também estão presentes no resfriado comum e acontece gradualmente em torno de 2 a 3 dias. “O estado gripal é um pouco diferente, ele vem com febre, queda do estado geral, dores no corpo, e mais todos os sintomas iguais ao da alergia. As condições também se diferem no que diz respeito à duração da doença, sendo o quadro de resfriado e gripe sem complicações com duração de 7 a 10 dias, e as alergias podem perdurar por muito tempo dependendo da exposição ao alérgeno causador”, destaca Adriana.

Mas a especialista ressalta que apenas um médico pode fazer correta diferenciação das doenças e posterior tratamento. “O tratamento do resfriado comum e da gripe é de suporte, com o tratamento dos sintomas, no caso das alergias faz se necessário a utilização de medicações específicas prescritas pelo alergista, como os anti histaminicos, corticoide nasais, entre outros”.

Teleconsulta

Para os clientes do Grupo América que sentirem os sintomas de gripes ou alergias, é possível passar por uma teleconsulta de urgência simples. Caso o paciente apresente sintomas gripais, febre, diarréia ou dor de cabeça, não é preciso sair de casa, basta acessar o site  da operadora (AME, América ou Promed) e solicitar uma teleconsulta por vídeo com um médico. Muitos dos sintomas se assemelham aos sintomas da Covid-19. Assim, caso a pessoa apresente coriza, tosse seca, febre, falta de ar, dor no corpo ou dor de cabeça, é possível solicitar a teleconsulta por vídeo, para atendimento do coronavírus.

Como cuidar da saúde

Para se proteger a saúde da mudança brusca de temperatura, a profissional elenca algumas atitudes importantes:

- Beber bastante água – nos dias mais frios, as pessoas tendem a fazer com menor frequência. Mas é importante não ficar desidratado e beber água sempre, mesmo que não esteja com sede;

- Prezar por uma alimentação saudável, com frutas e verduras, o que pode melhorar a imunidade. No inverno precisamos de mais energia para manter as funções vitais do organismo. Então é recomendado alimentos que aceleram o metabolismo e algumas opções mais calóricas, mas observando sempre para não abusar de alimentos gordurosos;

- Evitar locais fechados – a renovação do ar é um fator importante para prevenir a proliferação ou permanência de vírus, fungos e bactérias;

- Evitar o choque térmico – é preciso tomar cuidado ao sair de ambientes frio, como por exemplo, que tenha ar-condicionado diretamente para locais abertos, com sol. É preciso evitar esse impacto;

- Remova o mofo de superfícies visíveis. Faça uma boa manutenção e limpeza de ar condicionado periodicamente;

- Remova plantas (ex: samambaia, árvore da felicidade, etc) que possam estar favorecendo a proliferação de fungos;

- Mantenha boa iluminação e ventilação da casa;

- Retire as roupas que ficam guardadas muito tempo, lavando-as e colocando-as ao sol antes de usar.

Sobre o Sistema Hapvida  

Com cerca de 6,4 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 39 hospitais, 194 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 177 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.