O Vila Nova terá sua quinta oportunidade nesta Série B de sair da zona de rebaixamento (Z4). O único resultado possível para que isso ocorra ao fim da 22ª rodada da competição nacional é vitória sobre a Ponte Preta, nesta quinta-feira (12), fora de casa. Se empatar ou perder, seguirá entre os quatro últimos colocados. Historicamente, porém, o Tigre demonstra dificuldades quando precisa vencer para escapar da zona de descenso.

Desde que os pontos corridos se tornou o formato de disputa da Série B, a partir de 2006, o Vila Nova figurou no Z4 da competição em 92 oportunidades e teve a chance de sair dela em 37 rodadas. No entanto, só obteve sucesso em deixar os quatro últimos em nove ocasiões e terá que superar o retrospecto ruim para não ficar acostumado com a faixa que leva à Série C.

O discurso no clube colorado é de vencer o quanto antes, e sair do Z4, para que não seja tarde quando o time acordar durante a Série B. A última vez que o Vila Nova figurou entre os quatro últimos colocados e conseguiu sair da zona de descenso foi na 7ª rodada da edição de 2016. Na ocasião, iniciou a jornada na 17ª posição, bateu o Luverdense fora de casa, por 2 a 0 e subiu cinco colocações na classificação.

Em 2014, 2011 e 2006, a equipe teve mais de uma oportunidade para deixar o Z4 durante a Série B, porém, se acostumou com a faixa de rebaixamento e o destino final foi ser rebaixado à 3ª Divisão. Nas edições de 2009 e 2010, a equipe colorada chegou a figurar entre os quatro últimos e conseguiu escapar antes da queda. Os últimos dois anos e em 2008 foram as únicas participações que o Vila Nova não teve uma aparição na zona de descenso.

Para sair do Z4 ao fim da 22ª rodada, o Vila Nova, que é o 18º colocado com 21 pontos, terá que derrotar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, onde nunca venceu em oito confrontos, e torcer para que Figueirense, Oeste ou Criciúma não vençam Sport, Operário/PR e América/MG, respectivamente. Qualquer tropeço dos adversários ajuda o Tigre a sair do Z4.

Dois pontos dão esperanças para o Vila Nova: o período de preparação para o duelo contra a Ponte Preta, cerca de nove dias, que esperam ser respondidos com evolução em campo quando a bola rolar para valer e os números da equipe como visitante na atual edição da Série B. O Tigre possui 40% de aproveitamento, tendo a nona melhor marca entre as 20 equipes.

“Colocamos uma meta de conquistar uma vitória a cada dois jogos, não tem como ser diferente. O quantos antes conseguirmos as oito vitórias para alcançar os 45 pontos e nos dar tranquilidade, melhor. Pois ficar nessa zona incômoda não é bom pra ninguém e a gente tem buscado forças e melhorado a cada dia para que a gente consiga as vitórias”, comentou o zagueiro do Vila, Wesley Matos.