Os bastidores do Atlético-MG se inflamaram após se tornar pública a informação de que o gestor de futebol Gabriel Andreata, considerado braço direito do técnico Jorge Sampaoli, promoveu uma festa uma semana antes do surto de Covid-19 no clube. Por causa dos casos positivos de coronavírus no elenco alvinegro, o Atlético jogou desfalcado e perdeu para o Athletico-PR nesta ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários