Desde esta terça-feira (25), 160 tenistas, entre homens e mulheres de diferentes regiões do País e de países como Argentina, Estados Unidos, Itália e Chile, disputam, em Goiânia, o Torneio Internacional de Tênis do Estado de Goiás 2017. A competição vai até sábado, com as finais.

Ao todo, 12 quadras do Country Clube de Goiás, todas de saibro, recebem a 1ª edição da competição, que fará parte do calendário anual da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) pelas próximas temporadas.

“A tendência, depois de 10 anos tentando trazer esse evento para cá, é que o torneio seja realizado por anos e mais anos. É uma honra para Goiás ter este tipo de competição”, diz o diretor do torneio, Alexandre Lobo.

A concessão obtida pela Federação Goiana de Tênis prevê premiações com medalhas para os tenistas vencedores de cada categoria. Ao todo, 22 categorias, 11 de homens e 11 de mulheres, com jogos de simples e duplas, fazem parte do torneio.

Para o dirigente, a competição, que está em 3º na escala de importância da ITF, ainda deve crescer nos próximos anos. “Pretendemos tornar esse torneio o melhor do Brasil até 2020”, promete Alexandre Lobo.