A Justiça de Goiás decidiu, na tarde desta terça-feira (3), manter preso o jovem Bruno Pereira, suspeito de participar do confronto entre torcedores do Goiás e Vila Nova. O caso ocorreu, no domingo (1), em Aparecida de Goiânia. Outro suspeito, identificado como João Ricardo, foi colocado em liberdade provisória e dois seguem em audiência de custódia. Segundo ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários