Um dos motivos de irritação do presidente da CBF, Rogério Caboclo, foi não ter contado com apoio de Tite para conter a revolta dos jogadores quanto à realização da Copa América no Brasil. O cartola acreditava que o treinador lhe devia lealdade. Isso, segundo pessoas ouvidas pela reportagem, ligadas ao técnico e a jogadores da seleção, é desconhecer a personalidade e a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários