Em ascensão no Brasil, com o aumento do interesse do público e a entrada efetiva e de modo competitivo de grandes clubes, o futebol feminino sofreu um baque nas últimas semanas por causa da paralisação de todas as atividades em função do surto do coronavírus no País. Para seguir fortalecido, será preciso resiliência e se reinventar, na avaliação de Tatiele Silveira, t...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários