A Superliga de vôlei chegou ao final do primeiro turno com dezenas de atletas infectados pelo coronavírus, confrontos adiados e o protocolo estabelecido para mitigar o contágio da doença sob desconfiança de jogadores, técnicos e infectologistas. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) não pretende rever o regulamento da competição e mantém a exigência que os...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários