O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) negou nesta sexta-feira (8) o recurso do Brusque para reverter a perda de três pontos na Série B do Brasileiro em punição às ofensas racistas contra o jogador Celsinho, do Londrina. O relator do caso, Maurício Neves Fonseca, manteve ainda a suspensão de 360 dias imposta ao presidente do Conselho Deliberativo do clube, J...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários