A Secretaria Especial do Esporte do governo Jair Bolsonaro (sem partido), vinculada ao Ministério da Cidadania, começou esta semana com 524 funcionários a menos, equivalente a dois terços do seu quadro. Essas vagas, preenchidas por profissionais terceirizados em áreas técnicas e administrativas, existiam desde setembro de 2015, quando o extinto Ministério do Esp...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários