O ex-piloto Michael Schumacher teria respondido a estímulos e até piscado os olhos após os médicos reduzirem os sedativos para tirá-lo do estado de coma induzido. A informação foi publicada ontem pelo jornal L’Équipe, da França. 

Quarta-feira, o jornal anunciou que os médicos do Hospital de Grenoble, na França, começaram a reduzir a medicação do heptacampeão para despertá-lo do coma. No dia seguinte, Sabine Kehn, assessora e empresária do ex-piloto, confirmou o procedimento, mas se negou a dar detalhes. Ela ainda avisou que a família não falaria mais sobre o assunto até ter novidades.

De acordo com o jornal, o ex-piloto de Fórmula 1 tem respondido positivamente aos estímulos nos primeiros testes realizados. Só não dá para fazer previsão da recuperação. Ele é submetido a exames diariamente. 

Schumacher sofreu lesões graves na cabeça após acidente de esqui sofrido no dia 29 de dezembro na estação de Méribel, na França.