A grama e a cidade de Halle, na Alemanha, fazem bem para Roger Federer. O suíço não precisou exibir seu melhor tênis para vencer o belga David Goffin neste domingo por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7/2) e 6/1, e conquistar pela décima vez o torneio alemão, o último dele antes da estreia em Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada. Federer chegou à sua 15ª par...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários