Os reflexos da goleada sofrida para o Atlético, no primeiro jogo da final do Estadual, por 3 a 0, ainda deverão perdurar no Goiás, pelo menos, até início da Série A do Brasileiro, competição que se inicia dentro de doze dias. Três aspectos carregam questionamentos por grande parte da torcida: a titularidade de Sidão, trabalho da direção de futebol e permanência de Maurício Bar...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários