Medalhista olímpico como jogador de vôlei em busca de repetir esse feito na posição de técnico, Renan Dal Zotto comemorou outras conquistas nas últimas semanas: acordar, sentar, andar com desenvoltura e comer gelatina estão entre elas. Tarefas que seriam banais caso o treinador da seleção brasileira masculina não tivesse pegado Covid-19 em abril e desenvolvido uma fo...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários