Uma lei estadual, sancionada na terça-feira (31), prevê que torcedores ou clubes de futebol sejam punidos financeiramente por atos de racismo cometidos nos estádios de Goiás. A proposta tem o viés complementar às leis existentes no combate ao racismo, mas com a diferença de que agora a punição mexerá no bolso de torcedores e equipes. A expectativa do deputado Karlos Cab...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários