Neymar é oficialmente jogador do Paris Saint-Germain.  Poucas horas após o advogado do atacante, Juan de Dios Crespo, entregar o cheque de 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 819 milhões) ao diretor geral do Barcelona, Òscar Grau, o clube francês anunciou o brasileiro como reforço.

O atacante brasileiro assinou o contrato de cinco anos na presença dos representantes do clube. Agora, Neymar Jr. está comprometido com o clube da capital da França até 30 de junho de 2022. No clube francês, Neymar usará a camisa 10.

Chegando do FC Barcelona, o ex-jogador do Santos é considerado um ícone do futebol mundial - um dos três jogadores do planeta a jogar em alto nível pelos últimos cinco anos.

Aos 25 anos, ele já foi convocado 77 vezes pela Seleção Brasileira, marcando 52 gols. Vestindo o uniforme brasileiro, Neymar Jr. ajudou o time do seu país a ganhar a primeira medalha de ouro nas Olimpíadas do Jogos do Rio de Janeiro em 2016.

“Eu estou extremamente feliz em me juntar ao Paris Saint-Germain”, disse Neymar Jr. depois de assinar seu contrato. “Desde que cheguei à Europa, o clube sempre foi um dois mais competitivos e ambiciosos. E o maior desafio, o que mais me motivou a me juntar aos meus novos companheiros foi ajudar o clube a conquistar os títulos que sua torcida quer. A ambição do Paris Saint-Germain me atraiu para o clube, junto com a paixão e energia que isso trouxe. Eu joguei na Europa por quatro temporadas e eu me sinto pronto para aceitar este desafio. A partir de hoje, eu farei tudo para ajudar meus novos companheiros, abrindo novos horizontes para o meu clube e levando felicidade aos milhões de colaboradores ao redor do mundo", comemorou Neymar.

A confirmação coloca fim a uma novela que já vinha se estendendo pelas últimas semanas. Depois de uma longa negociação, Neymar deu o parecer favorável ao PSG, que nesta quinta-feira realizou o pagamento de 222 milhões de euros referentes à multa rescisória do atacante com o Barcelona.

Com o valor quitado, o clube francês ficou livre para assinar com a maior contratação de sua história, que visa mudá-lo de patamar e colocá-lo de vez entre os concorrentes ao título da Liga dos Campeões. Nem mesmo a posição da liga espanhola, que rejeitou receber o pagamento da multa rescisória, impediu que o PSG confirmasse o acerto.

O atacante deixou claro que o projeto do PSG e o desejo do clube de se tornar um dos maiores do mundo foram fundamentais para atrai-lo. "A ambição do Paris Saint-Germain me atraiu, tanto quanto a paixão e a energia. Estou há quatro anos na Europa e me sinto pronto para o desafio. Começando hoje, farei de tudo para ajudar minha equipe a vencer, abrir novos horizontes e trazer alegrias para seus milhões de torcedores pelo mundo."

A concretização da negociação torna Neymar o jogador mais caro da história do futebol, superando em muito a maior transação, ocorrida no ano passado, quando o Manchester United desembolsou 105 milhões de euros (R$ 387 milhões) para tirar o francês Paul Pogba da Juventus.