Em meio à pandemia do novo coronavírus, clubes das principais ligas ao redor do mundo negociam com seus jogadores a revisão de seus salários, muitas vezes altíssimos. O milionário Paris Saint-Germain não está imune à crise e o proprietário da equipe, o catariano Nasser Al-Khelaifi, cobrou recentemente compreensão por parte de seus jogadores em abdicar parte de seus v...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários