O presidente do Atlético-GO, Adson Batista, revelou nesta quinta-feira (14), que também foi mais uma das milhares de vítimas da Covid-19 no País. O dirigente ficou afastado do clube durante os jogos nos quais o Dragão foi goleado pelo Atlético-MG (4 a 1, no dia 1º de julho), bateu o Grêmio (1 a 0) e empatou com Sport e Juventude (ambos por 1 a 1) - a partida diante...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários