Como virar em campo um resultado adverso que parece irreversível? Como não ser vítima do famoso “salto alto” em uma decisão no futebol? Estes são alguns dos questionamentos que pairam sobre as cabeças de Maurício Barbieri e Wagner Lopes, comandantes de Goiás e Atlético, respectivamente, equipes envolvidas na disputa do título do Goianão 2019.O triunfo rubro-negro no domingo (14...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários