A temporada da Fórmula 1 não tem sido das melhores para a Ferrari diante do domínio absoluto da Mercedes até o momento no Mundial. Apesar disso, o alemão Sebastian Vettel e o monegasco Charles Leclerc, pilotos da escuderia italiana, se mostram animados para o GP da Áustria, marcado para o próximo domingo, especialmente com o traçado da pista de Red Bull Ring.

Os dois pilotos têm poucos motivos para contestar o fato de que a situação da equipe no campeonato é das mais complicadas, uma vez que Lewis Hamilton já tem 187 pontos e Valtteri Bottas, 151, já abrindo uma larga vantagem para Vettel, em terceiro, com 111, e Leclerc, em quinto, com 87. Ainda assim, eles afirmam que o fim de semana em Spielberg promete.

“O da Áustria é o melhor GP do ano, na minha opinião”, comentou Vettel, embora faça um adendo: “Se (a prova) fosse um pouquinho mais longa, seria perfeita”. É que embora tenha 4.318 metros extensão, portanto ainda maior do que a pista de rua de Mônaco, que mede apenas 3.337, por possuir apenas 71 voltas contra 78 do circuito de Montecarlo e ser mais veloz, acaba tendo voltas mais curtas.

Tal característica agrada a Leclerc. “Eu adoro essa pista curta. Me lembra um pouco da época de kart”, apontou.