Entre a queda e a eleição

Por pelo menos mais um mês, o futuro esmeraldino estará indefinido, em campo e fora dele. É o tempo que a gestão atual, capitaneada por Marcelo Almeida, tem antes da possibilidade da eleição de 2020 ser marcada. Nos últimos anos, em organograma e estatuto, o Goiás passou a…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários