O CT do Cruzeiro foi palco, nesta quarta-feira, pelo segundo dia consecutivo de manifestações de torcedores, revoltados com a situação da equipe no Campeonato Brasileiro. Portando bandeiras e faixas, o grupo demonstrou seu apoio ao técnico Rogério Ceni, mas cobrou os dirigentes do clube e pediu a saída de Thiago Neves, Edilson, Egídio, Robinho, Henrique, Pedro Rocha, C...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários