Número 1 do ranking mundial, o sérvio Novak Djokovic revelou, nesta sexta-feira, que pensou em abandonar o tênis em 2010, quando considerou que não poderia vencer seus dois grandes rivais, o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal. Na época, Djokovic era o terceiro do mundo e já havia vencido seu primeiro Grand Slam, o Aberto da Austrália em 2008, mas entrou ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários