O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, confirmou o acordo de cavalheiros que possui com o Corinthians e vai arcar com os custos dos atos de vandalismo de torcedores do time alviverde durante o clássico de domingo, contra o rival alvinegro, no Itaquerão. Os palmeirenses depredaram 877 dos cerca de dois mil assentos do setor visitante. De acordo com representantes da are...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários