Coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar admitiu na noite desta segunda-feira que errou ao tratar Neymar como "menino" em criticada entrevista coletiva ao fim da Copa do Mundo e explicou que o atacante foi escolhido para ser o único capitão da seleção brasileira para ganhar maturidade dentro da equipe do técnico Tite. "Não é à toa que hoje o Neymar é o capitão da sel...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários