Considerado uma das lendas do atletismo, o jamaicano Usain Bolt tornou-se pai pela primeira vez. Apesar de o astro ainda não ter se manifestado publicamente, Andrew Holness, primeiro-ministro da Jamaica, parabenizou o ex-velocista pelo nascimento de sua filha, fruto do relacionamento com Kasi Bennett, diretora-geral da Eleve Marketing House.

Foi em janeiro deste ano que Bolt e Bennett anunciaram a gravidez. Bem-humorado, o atleta afirmou que não pressionará a filha a seguir seu caminho no atletismo.

"Vai ser difícil para a criança. Se quiser ser velocista, estou bem com isso, mas inicialmente eu vou falar: ‘Não faça isso’. Porque eu sei a pressão que vai vir com isso. Estou empolgado, mas estou nervoso", disse o ex-velocista durante a transmissão do Super Bowl, em fevereiro.

Motivos não faltam para que Bolt seja considerado uma lenda. O ex-atleta é o atual tricampeão olímpico dos 100 e 200 metros, além de ser o mais rápido da história nessas duas categorias. Sua aposentadoria foi anunciada há quase três anos, após o Mundial de 2017, em Londres.