Ninguém deve dizer a Ketlen Wiggers, 28, que destino não existe. Sua avó Dozolina, que nunca saiu de Rio Fortuna, no interior de Santa Catarina, sintonizava o rádio para escutar os jogos do Santos nos anos 1960, época em que Pelé vestia a camisa 10. Quando a jogadora fez o 100º gol pelo time, no último dia 13, sobre o Minas Icesp, na Arena Barueri, foi na avó qu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários