A movimentação dos dirigentes do futebol goiano após a sanção da lei que exige identificação biométrica e monitoramento por imagens nos estádios goianos com capacidade superior a 10 mil torcedores foi rápida. O presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF), André Pitta, esteve reunido nesta terça-feira com o secretário da Casa Civil, Anderson Máximo. O encontro serviu pa...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários