O juiz Gustavo Amarilla negou nesta terça-feira pedido de transferência de Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto Assis, para prisão domiciliar em Assunção, no Paraguai. Ambos estão detidos desde sexta-feira em um presídio de segurança máxima na capital paraguaia. Entenda como está o caso em que Ronaldinho e Assis são acusados. A primeira solicitação dos advogados dos b...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários