A Associação Japonesa de Futebol (JFA, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira (22) que retirou a sua candidatura para ser sede do Mundial Feminino de futebol de 2023, o que abre caminho à vitória da proposta conjunta de Austrália e Nova Zelândia, que agora só tem a Colômbia como adversária da eleição da Fifa que acontecerá de forma virtual nesta quinta (25). "Decidimos retira...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários