Há três anos no cargo de presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte terá nos próximos dias o desafio de reformular o departamento de futebol e também o processo de contratações. Após trazer 34 jogadores durante a gestão e investir mais de R$ 300 milhões em reforços desde dezembro de 2016, o mandatário sente a necessidade de mudar a organização no clube e a filosofia d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários