Um grupo de oposição do Corinthians chamado "Frente Liberdade Corinthiana" impetraram nesta segunda-feira uma ação na Justiça para pedir o afastamento imediato de Andrés Sanchez da presidência do clube. Os 21 conselheiros e sócios que entraram com o processo na 4ª Vara Cível do Tatuapé criticam o dirigente por gestão temerária e por desrespeitar o estatuto da equipe. ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários