A decisão de 37 dos 40 clubes que disputam as duas primeiras divisões nacionais de ampliar o período de férias dos times em dez dias também teve impacto em outros departamentos do Grêmio. Nesta quarta-feira, o clube anunciou que, além do elenco profissional, os demais setores do clube também tiveram o recesso ampliado.

As férias coletivas das principais equipes brasileiras se iniciaram em 1º de abril e teriam 20 dias de duração. Agora, com o cenário de pandemia do coronavírus e a indefinição sobre quando os treinamentos e torneios poderão ser retomados, continuará por todo o restante do mês.

O Grêmio, então, comunicou nesta quarta-feira que as atividades no clube serão retomadas em 2 de maio. E isso inclui as outras áreas do clube, como o time B, a equipe feminina e as divisões de base.

"Em decorrência desta extensão, também será prorrogado, por igual período, o prazo das férias dos profissionais dos demais setores do Clube, tais como transição, equipe feminina de futebol profissional, categorias de base, escola de futebol e áreas administrativas", comunicou o Grêmio.

Embora as férias no clube tenha se iniciado oficialmente em 1º de abril, o elenco está liberado desde 20 de março. O time entrou em campo pela última vez em 15 de março, quando venceu o São Luiz por 3 a 2, pelo Campeonato Gaúcho. Depois disso, o torneio estadual foi paralisado, assim como a Copa Libertadores. E dificilmente haverá qualquer retomada antes do fim de maio.