Para o goleiro Georgemy, de 25 anos, o que pode fazer o Vila Nova voltar a ser campeão goiano após 16 anos é a entrega física, emocional e tática da equipe colorada contra o Grêmio Anápolis nos dois próximos domingos (16 e 23 de maio), nas partidas de ida e volta da final estadual. "Nesta final, o diferencial vai ser a entrega física, emocional, tática. Quem estive...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários