Com cenário em crescimento, os esportes eletrônicos terão a disputa do primeiro Campeonato Goiano de e-Sports, em maio. Em parceria com Orbi Gaming, maior complexo de esportes eletrônicos do Centro-Oeste, a TV Anhanguera criou a competição que distribuirá R$ 10 mil em premiação e tem inscrições gratuitas até o dia 5 de maio.

O Campeonato Goiano de e-Sports será disputado por meio de etapas, com diferentes modalidades. A 1ª etapa será de League of Legends e disputada entre os dias 8 e 29 de maio, com quatro fases. O campeão receberá prêmio de R$ 5 mil, o vice-campeão será premiado em R$ 3 mil e R$ 1 mil serão entregues ao 3º e 4º colocados, cada.

A 1ª fase será on-line e terá confrontos únicos para a definição dos oito classificados, que disputarão uma fase de grupos com duas chaves de quatro times. Os dois melhores de cada chave avançam às semis e vão definir os finalistas. A organização espera disputar as duas últimas fases (semifinais e final) de modo presencial na sede da Orbi Gaming, em Goiânia, mas isso dependerá da situação da pandemia da Covid-19 na cidade.

“O Campeonato Goiano vem para chacoalhar a comunidade local de e-Sports, que é bastante carente de iniciativas como essa. O Estado tem muitos fãs que jogam ou acompanham de perto as diferentes modalidades de esportes eletrônicos, mas ainda com poucas oportunidades de participarem de eventos, torneios, encontros com profissionais e até mesmo de se especializarem na área”, comentou o diretor de marketing da Orbi Gaming, Sávio Barra, que acredita que a disputa da competição poderá atrair novos competidores e ser o início para a formação de talentos no cenário.

Já com inscrição garantida e experiência no cenário, Felipe ‘Fiennes’ Ribeiro de Souza participará do Campeonato Goiano pela equipe da Rensga, principal equipe goiana no League of Legends. Na posição de jungler, o goiano de 26 anos reconhece o favoritismo da Rensga, mas prevê competitividade alta.

“A Rensga vem como favorita, mas existem muitos jogadores de alto nível em Goiânia. Vai ser um campeonato bem disputado. A criação de um torneio aqui em Goiânia só atrai mais público. Esse tipo de competição pode aumentar ainda mais a competitividade, assim como inspirar novos talentos”, opinou Felipe ‘Fiennes’, que joga League of Legends há dez anos e integra a equipe da Rensga desde o início de 2020.

O jogador participou da campanha do time de Academy da equipe goiana, que foi semifinalista no primeiro Campeonato Brasileiro de League of Legends Academy, neste ano. “Quero conquistar o primeiro troféu para a Rensga”, disse Felipe sobre seu principal objetivo para a temporada 2021.

Quem está de olho na disputa do Campeonato Goiano de e-Sports é o Atlético-GO. A equipe rubro-negra possui times nas modalidades de Pro Evolution Soccer, Counter Strike e Free Fire, mas deseja expandir para League of Legends. A intenção é contratar jogadores que vão se destacar no Goianão de e-Sports.

“(O Campeonato Goiano) É uma competição que reunirá grandes atletas em potencial, nunca tivemos uma competição desse tipo de promoção aqui em Goiânia. Será extremamente necessário para o crescimento do segmento e nós, do Atlético, queremos ajudar a crescer cada vez mais”, salientou Diego Stefani, um dos três gestores do projeto de e-Sports do clube rubro-negro.

Goianão de Esportes Eletrônicos
Data das disputas: 8 a 29 de maio
Times: Cinco jogadores. São permitidos, no máximo, dois “não goianos”. Serão aceitos “não goianos” residentes em Goiás
Premiação: R$ 10 mil (1º ao 4º lugar)
Inscrições gratuitas: até 5 de maio pelo site goianaodeesports.com.br
Realização: TV Anhanguera e Orbi Gaming
Patrocínio: Fujioka e EBM
Apoio: SICOOB