A diretoria do Goiás vai interromper o projeto de futebol feminino no clube, que promete retomar no futuro. O time esmeraldino tinha vaga na Série A2 do Brasileiro, mas alega contenção de despesas para declinar da vaga. O presidente do clube, Paulo Rogério Pinheiro, diz que deseja remontar equipes quando o cenário financeiro estiver mais favorável e dentro de um projeto m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários