O Atlético voltou a ligar o sinal de alerta na Série B após tropeço, neste sábado (9), no Estádio Rei Pelé. Com dois gols de Léo Ceará, o CRB derrotou, por 2 a 1 (Mike descontou), o Dragão, que viajou para Maceió com objetivo de triunfar, se manter no grupo de acesso (G4) à Série A e ficar mais próximo do retorno à elite nacional. Agora, volta a se preocupar com aproximação de adversários, após atuação abaixo da expectativa.

Em noite pouca criativa das principais peças ofensivas, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca quase não deu trabalho para o goleiro Edson Mardden. O primeiro chute no alvo do time rubro-negro, inclusive, ocorreu apenas aos 23 minutos do 2º tempo. Antes disso, Léo Ceará já tinha marcado duas vezes e praticamente definido o placar do duelo.

O Atlético sofreu para criar chances também em virtude da boa marcação apresentada pelo CRB, que é comandado pelo técnico Marcelo Cabo - ele foi campeão da Série B pelo clube goiano em 2016. O Galo conseguiu anular, durante boa parte do jogo, o meio-campo e pontas rubro-negros.

A equipe goiana, no entanto, não deixou de lutar. Não faltou entrega, apesar da produção ofensiva ter sido abaixo do praticado pelo Atlético. O Dragão demorou para mudar o comportamento na partida. Foi na reta final que passou a incomodar a defesa colorada. Aos 34 minutos, conseguiu diminuir o placar com Mike e seguiu na busca pelo empate. Sem sucesso.

Diferentemente do que os adversários fizeram com o Atlético nos últimos jogos, o Dragão não conseguiu poder de reação para buscar o empate, fora de casa. Na sequência de sete jogos em que esteve invicto, foram seis empates e, em quatro deles, o time abriu o placar, mas cedeu a igualdade. Quando viu o adversário sair à frente, não teve forças para pontuar.

O Atlético perdeu uma posição. Da 3º colocação, caiu para a 4ª posição e viu a distância para o 5º colocado, agora o América/MG, cair de quatro para dois pontos. O Dragão segue na estrada, já que visita o Oeste, em Barueri, na terça-feira (12). Depois, terá decisão contra o Paraná, que luta pelo acesso.

Assim como ocorreu na vitória, por 2 a 1, sobre o Londrina, pela 33ª rodada, o Atlético entrou em campo contra o CRB com uniforme branco. Diante da equipe paranaense, no entanto, o duelo foi em casa e o 2º uniforme foi utilizado após pedido do presidente Adson Batista, que alegou superstição para espantar a má fase na Série B. Neste sábado, o amuleto não funcionou.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro Série B - 34ª rodada
Jogo: CRB 2x1 Atlético
Local: Estádio Rei Pelé (Maceió)
Data: 9/11/2019
Horário: 19:30

Árbitro: Anderson Daronco/RS (Fifa)
Assistentes: Jose Eduardo Calza/RS e Michael Stanislau/RS
4º árbitro: José Reinaldo Figueiredo da Silva Filho/AL

CRB: Edson; Daniel, Victor Ramos, Wellington e Igor; Claudinei, Lucas Siqueira e Elton (Wesley Dias); Willie (Bryan), Léo Ceará e Willians Santana (Wiliam Barbio). Técnico: Marcelo Cabo.

Atlético: Kozlinski; Jonathan (Reginaldo), Oliveira, Gilvan e Nicolas; Nathan, Moacir (Gilsinho) e Jorginho; Aylon (Matheuzinho), Pedro Raul e Mike. Técnico: Eduardo Barroca

Gols: Léo Ceará, aos 45 minutos do 1º tempo e aos 5 minutos do 2º tempo (CRB) e Mike, aos 34 minutos do 2º tempo (Atlético).

Cartões amarelos: Victor Ramos, Wesley Dias, Willie (CRB) e Jonathan (Atlético)

Público total: 2.717
Público pagante: 1.856 
Renda: R$ 15.842,00